Blogs e Colunas

Reforma Íntima

18 de Janeiro de 2019 às 10h05

Juventude Espírita Léon Denis

ver todas as postagens »

Não é de agora que o homem começou a refletir sobre seus atos existenciais. Sócrates nos ensinou sobre a ética, que nos faz pensar duas vezes, ou seja refletir, sobre uma ação de acordo aos nossos valores. Da Filosofia ao Estoicismo, Zenão estuda Sócrates e se pergunta como pôr em prática seus pensamentos. Assim, entende que é preciso racionalizar a vida e agir da forma correta. No Novo Testamento, Paulo traz um questionamento: "Tudo me é lícito, mas... Tudo me convém?"(I COR 6:12). A partir disto o homem contemporâneo pode estudar conhecimentos históricos que possam ajudá-lo a se entender e entender o mundo. E é exatamente neste séc. XXI, marcado pelo caos da velocidade enlouquecedora, onde a ansiedade e a depressão chegam a números terríveis de vítimas que o homem sente a necessidade de novamente virar os olhos para dentro de si mesmo. Jesus Cristo nos ensinou o caminho para alcançar o Senhor, Deus, Pai. Um caminho estreito, cheio de provações, onde através da renegação de bens materiais, caridade, compaixão, gratidão, perdão e amor ao próximo se encontrará a verdadeira felicidade prometida. O mundo material leva os homens ao apego, por medo da incerteza do futuro/ do tempo/ da vida. Gerando o orgulho, egoísmo e indiferença, consequentemente a violência e o desamor ao próximo. Neste mundo atual de consumismo exacerbado onde as pessoas vivem em suas "cavernas platônicas" é preciso parar, pensar e refletir sobre o que nos apresentam como verdade. Se agimos como indivíduos ou massa. Por isso é importante exercer a gratidão e refletir sobre o que consumimos e de onde vem o que consumimos. Olhar para o outro sem julgamentos e para si com amor, aceitação, resiliência, perdão e paciência. A fim de reformar a morada que existe em nosso interior.

Por: Thiago Cézar

@jeldenoficial