Blogs e Colunas

Somos todos iguais?

20 de Janeiro de 2020 às 16h00

Anna Moreira - @cantinho_espirita

ver todas as postagens »

Perante Deus, somos todos iguais já que Suas Leis são universais, feitas para todos.

Deus não concedeu nenhum tipo de privilégio a ninguém, todos tivemos o mesmo ponto de partida.

Se existem alguma diferença, se deve à evolução espiritual (diversas categorias de Espíritos) e às experiências espirituais e materiais dessas entidades.

Vale lembrar que por mais que existam Espíritos em categoria mais elevada, eles não usam isso para oprimir e sim para auxiliar no progresso, respeitando nosso livre arbítrio.

Mas, por que existem as desigualdades sociais? Os Espíritos respondem que não é de origem Divina e sim humanas, estão suas origens no egoísmo em uns se acharem melhor que outros e assim, se favorecerem disso, através da exploração do mais fraco, do oportunismo da pobreza e fome para marginalização. Deus quer que Seus filhos prosperem juntos, através da cooperação e não da opressão.

Um Espírito se encontrar em uma posição de prestígio social e econômica não significa que estejamos diante de um ser de alta ou baixa categoria, já que posição social não é definidora de caráter.

Mas, então, o que acontecerá com esses Espíritos que se aproveitam de uma situação momentânea de superioridade para oprimir os mais fracos? A Justiça Divina se aplica e concretiza através da reencarnação, um exemplo seria a encarnação desses Espíritos em uma civilização mais selvagem.

Vamos pensar mais a fundo nesse ponto: usar a reencarnação como justificativa para as desigualdades sociais, não é muito coerente. Expressões como: “aí vem pobre para valorizar o dinheiro que não deu bom destino”,”vem mulher para aprender a não ser machista” ou “está nessa condição porque pediu” ou “é gay para aprender a educar o sexo que usou de forma desregrada.” Comentários assim só fazem endossar ainda mais a desigualdade, preconceito e o distanciamento dessas pessoas. Ninguém sabe de suas provas que temos que passar aqui na Terra mas de uma coisa sabemos: estamos aqui para evoluir para buscar essa tão sonhada igualdade através da ação e, assim, mudaremos a realidade que vivemos.

Encerramos sabendo que, para Deus, somos todos iguais. Não importa se somos homens, mulheres, LGBT, brancos, negros, amarelos, alienígenas,pets...somos todos iguais. Mas, será que somos iguais perante a sociedade?

Anna Moreira

Cantinho Espírita