Blogs e Colunas

Lavar as mãos

29 de Janeiro de 2020 às 10h30

Antonio Carlos Tarquínio

ver todas as postagens »

Tenho assistido e ouvido, confesso que com alguma apreensão, muita coisa em relação ao corona vírus.

Notícias sobre o panorama mundial, como também em relação à situação local sobre o vírus, são atualizadas a cada minuto.

Na televisão especialistas na área da infectologia reproduzem a mancheias os cuidados que todos devemos adotar, qual medida preventiva, para se fazer frente à doença que no momento se apresenta por aqui em movimento ascendente.

Numa hora dessa é difícil encontrar equilíbrio que nos garanta serenidade diante da propaganda avassaladora e sufocante que acaba por lançar grande parte da população no caos do desespero, antecipando calamidades que talvez nem cheguem a ocorrer.

Diante desse gigantesco desafio que desdobra ângulos obscuros a toda humanidade na Terra, observamos mensagens em “nosso meio”, tão abstratas, quanto genéricas e apocalípticas…

Em meio a tudo isso, perguntamos: o que deve o espírita fazer à frente de tão complexas questões, perante a visível dificuldade de interpretar tão altas e sublimes mensagens do além?

Não é fácil encontrar resposta para semelhantes questões tão transcendentes, todavia, creio poder ofertar humildemente uma alternativa: “lave suas mãos várias vezes ao dia e evite aglomerações”.

 

Antonio Carlos Tarquínio