11/04/2016 às 23h59

Ensinamentos

Aderaldo Ferreira

Facebook Compartilhar


Do teu peito extermina a vaidade

Neste mundo somos breves passageiros

Afasta do teu ser toda maldade

Sê humilde em toda adversidade

Os últimos serão mesmo os primeiros


Do teu ser erradica esse rancor

No teu íntimo o perdão renascerá

Ampara teu irmão hoje em dor

Um dia será ele em teu favor

Batei à porta e ela se vos abrirá


Mora em ti a semente da bondade

Adubando, ela um dia brotará

Vê os frutos que nascem da caridade

Já é tempo de conhecer a verdade

Com certeza ela vos libertará.