@espiritaon #divulgandoobem
10/04/2017 às 08h55

Diabetes era moléstia microbiana? Frente a frente com Chico Xavier

DM Facebook Compartilhar

Damos continuidade á busca de dados preciosos nas Notáveis Reportagens com Chico Xavier (IDE Editora 2002) que iniciamos no dia 02 de abril pp – data natalícia do nosso querido amigo – trazendo aos nossos leitores um pouco mais do primoroso arquivo documental encontrado no livro do jornalista Clementino de Alencar do jornal O Globo.

O enviado especial de O Globo a Pedro Leopoldo, em abril de 1935, lá permaneceu por dois meses com a tarefa específica de colher informações detalhadas dos trabalhos mediúnicos que ali se desenvolviam . Ficou fortemente impressionado com a simplicidade e o talento do intérprete da Espiritualidade Superior.

Uma de suas curiosidades era conhecer a biblioteca do médium para ter uma ideia do teor e nível de suas leituras.

Impactado, encontrou um amontoado de revistas e jornais velhos, alguns espíritas, outros da imprensa diária, almanaques; alguns volumes de escritores espíritas como o Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec; Depois da morte, de Léon Denis; os Quatro Evangelhos de Roustaing… livros que lhe foram oferecidos por admiradores de Belo Horizonte, quando seu nome já se ia tornando conhecido nos círculos espíritas.

Havia alguns fascículos e volumes publicados pela Federação Espírita Brasileira, sobre a doutrina. Não havia nenhum livro dos escritores e poetas cujos poemas ele grafara, confessando que nunca os lera, a não ser uma ou outra página esparsa de alguns deles encontrados nas revistas e almanaques que lhe chegavam às mãos.

Inquerido sobre Humberto de Campos, que foi o que moveu o Jornal a esta reportagem histórica, confessou que lera algumas crônicas publicadas naqueles jornais ali amontoados, mas livro mesmo, nunca os leu.

Alencar participou das reuniões mediúnicas que eram realizadas na pobre residência de José Cândido Xavier, irmão de Chico, publicando, com periodicidade, fatos ali ocorridos.

Trazemos para conhecimento e reflexão um deles, ocorrido com um médico, levado até o médium por Dr. Maurício de Azevedo, que desejava saber se o diabetes era moléstia microbiana.

A resposta não se fez esperar: “O diabetes ainda não se encontra bem definido pela ciência, que o tem considerado como derivação do enfraquecimento orgânico. Síndrome assinalado pela irregularidade da combustão dos hidratos de carbono, trazendo ao sangue o excesso de matérias açucaradas, os menores abalos do aparelho glicorregulador podem produzi-lo, como sejam as alterações do pâncreas, as afecções do fígado ou da hipófise , ocasionando a ausência do equilíbrio endocrínico. Todas as moléstias têm o seu ascendente nos fatores de ordem microbiana e paulatinamente a ciência conseguirá intensificar o trabalho de que Pasteur foi expoente dos mais dignos, estudando a complexidade dos organismos unicelulares e criando as substâncias microbicidas , isto porém na medida de sua espiritualização.

“Em grande parte, deve o diabetes a sua causa aos vícios da alimentação e poderá ser curável quando os doentes se dispuserem a prescindir de todos os elementos da carne, entregando-se, embora com sacrifício, ao regime dos legumes, exclusivamente à alimentação natural, porque a insulina, apesar de aconselhável como proporcionadora de bons resultados, não basta para que a melhora se efetue largamente no tratamento do enfermo. Exige-se deste paciência e perseverança.

“Aos poucos, os homens, através do sofrimento, adquirirão a experiência que os conduzirá à regeneração da saúde prejudicada desde tempos imemoriais pelos seus vícios e desvios, adquiridos em grande parte dos seus ancestrais”. Estas informações trazem a assinatura de Emmanuel.

Continuaremos trazendo-lhe, leitor amigo, mais referências ao trabalho do saudoso médium de Pedro Leopoldo para que, neste mês em que comemoramos seu natalício, possamos ficar frente a frente com Chico Xavier.


(Elzi Nascimento – psicóloga clínica e escritora / Elzita Melo Quinta – pedagoga – especialista em Educação e escritora. São responsáveis pelo Blog Espírita: luzesdoconsolador.com. Elas escrevem no DM às sextas-feiras e aos domingos. E-mail: iopta@iopta.com.br (062) 3251 8867.)