06/03/2019 às 11h50

Cerimônia de encerramento da 46ª edição do MIEP contou com a presença de Rossandro Klinjey

Larissa Guimarães

A programação do último dia da 46ª edição do Movimento de Integração Espírita na Paraíba (MIEP) começou pela manhã com seminários ministrados por Adeilson Sales, no Salão Emmanuel, com o tema: Maria: acolhedora dos desfalecidos sob as penalidades do suicídio. No Salão Chico Xavier, Denise Lino apresentou o tema: Maria, a educadora.

Durante a tarde ocorreu a cerimônia de encerramento do MIEP 2019, que teve início com harmonização da cantora e compositora Elizabete Lacerda, cantando Ave Maria dos Seus Andores, Oração de São Francisco e outras canções que emocionaram o público presente e os que estavam online, acompanhando através da TVCETE .

Após a prece inicial, feita pelo professor Érico Miranda, foi convidada ao palco a coordenadora do MIEP Jovem, Deise Torres, que agradeceu a participação e trouxe ao palco mais de 130 jovens e colaboradores, que cantaram a doce melodia Sancta Maria em uma linda apresentação que comoveu toda plateia.

Em seguida foi a vez da presidente da Associação Municipal de Espiritismo de Campina Grande (AME-CG), Josineide Medeiros Almeida, agradecer pela presença de todos, em especial a sua equipe. “Meus amigos, meus queridos internautas não temos palavras fora gratidão para este momento e nesta gratidão estão envolvidos todos que aqui colaboraram e contribuiriam até mesmo com um simples pensamento” frisou.

A cantora e compositora Anatasha Meckenna agradeceu pela oportunidade de participar do MIEP pela primeira vez. “É muita emoção, é impossível ficar alí nos bastidores sem emocionar-se, sem sentir a alma reverberar com tamanha gratidão a Deus por essa oportunidade”, ressaltou. Ela ainda cantou a linda canção, de sua autoria, “Ele Veio”, em referência ao tema, já divulgado, do MIEP 2020 que será: Jesus a essência do espiritismo.

Para encerrar o MIEP 2019, Rossandro Klinjey ministrou palestra com o tema: Eis aí a tua mãe, onde ele se emocionou ao relembrar as últimas palavras de Jesus. “É como se fosse o último presente que ele nos dá.’Eis aí a tua mãe’”, destacou. Rossandro finalizou o evento com uma prece em forma de canção. “Quanta luz neste ambiente descendo sobre nós, vibrando em nossa mente (...)”.