04/03/2019 às 11h30

Terceiro dia de evento traz programação repleta de atividades

Larissa Guimarães

Com harmonização do Grupo Laços Fortes começaram as atividades deste domingo (3) na 46ª edição do Movimento de Integração Espírita na Paraíba (MIEP). Após a prece inicial o expositor e odontólogo Severino Celestino proferiu, no Salão Emmanuel, palestra com tema: Maria, João e as comunidades do 1º século.

Em sua apresentação Severino ressaltou que embora muitas vezes Jesus estivesse distante fisicamente de Maria de Nazaré, ambos ainda estavam fortemente unidos. “Por onde temos caminhado, os dois sempre estão unidos em sentimentos, ensinamentos e história”, frisou.

Ainda pela manhã, no Salão Chico Xavier, houve palestra de Rafael Lavarini, que abordou o tema: Antes os tormentos e dores: coragem, resignação e superação.

Durante à tarde aconteceu palestra com a médica Antônia Marilene, no Salão Chico Xavier, que tratou o tema: Jesus e Maria: almas afins. No Salão Emmanuel foi a vez de Artur Valadares que apresentou: Fé que redime; renúncia que eleva.

Em seguida, houveram mesas redondas onde o público pode tirar dúvidas sobre os temas: A mulher no Evangelho e Humildade: Fundamento maior no trabalho espírita.

A noite a presidente da SEJA em Belo Horizonte e responsável pela Pomada Vovô Pedro, Juselma Coelho, expôs, no Salão Chico Xavier, o tema: Para os espíritas quem é Maria de Nazaré?
Já no Salão Emmanuel Frederico Menezes falou sobre: Como superar a dor da “perda” de um filho? Em sua fala Frederico enfatizou que todos choramos diante da perda, “mas o que o Espiritismo vem demonstrar é que não devemos chorar com revolta e raiva de Deus”.