12/07/2018 às 09h20

ESPERA E AMA SEMPRE

Meimei

Facebook Compartilhar

Quanta aflição desaparecerá no nascedouro, se souberes sorrir em silêncio! Quanta
amargura esquecida, se desculpares o fel!
Rogas a paz do Senhor, mas o Senhor igualmente espera por teu concurso na paz dos
outros.
Reflete nas necessidades de teu irmão, antes de lhe apreciares o gesto impensado. Em
muitas ocasiões, a agressividade com que te fere é apenas angústia e a palavra ríspida
com que te retribui o carinho são tão somente a chaga do coração envenenado-lhe a
boca.
Auxilia mil vezes, antes de reprovar uma só.