Colunas

Italo Vilar

‹ VEJA TODOS OS POSTS
24/07/2015 às 10h15

Reforma Íntima Sem Martírio

Facebook Compartilhar

O Espiritismo vem através de seus postulados convidarem os seus adeptos para um grande desafio chamado a reforma íntima.
O professor lionês assim assevera em O Evangelho Segundo o Espiritismo: “Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar as suas más inclinações” nos mostrando que o principal compromisso para aquele que se diz espírita é a modificação moral.


Todos nós sabemos o quanto para algumas pessoas é difícil ouvir certas frases nos centro espíritas como, por exemplo: “É preciso destruir o homem velho e dar espaço para o homem novo”,” Mude seu comportamento se não quando desencarnar vai padecer no umbral” dentre outras.

O processo de conscientização espiritual torna-se difícil e complicado para muitos, pois querem em um simples passe de mágica modificar hábitos, imperfeições e inquietações que possuímos há milênios.

Queremos em muitas situações negar nosso “lado negro” por acharmos que pelo fato de sermos espíritas temos que ser pessoas que devem se demostrarem perfeitas para os outros e esconder no tapete do nosso espírito aquilo que não queremos que os outros vejam e saibam.

O espírito Joanna de Angelis através das mãos abençoadas de Divaldo Pereira Franco em uma de suas obras psicológicas intitulada de “Conflitos Existências” ela nos faz o convite para estudarmos um grande conflito em nossas vidas chamado de : Fugas psicológicas.

O ato de fugirmos de nossas responsabilidades faz com que passemos para terceiros aquilo que nos diz respeito. Se buscarmos a Casa espírita queremos que o médium resolva o nosso problema, mas não fazemos o esforço para mudarmos nossa vida, queremos que o passe melhore nossa saúde, mas permanecemos com vícios da gula, nos excessos da vida, não cuidamos do corpo e ainda por cima queremos que as pessoas rezem por nós, mas não faço uma única prece por mim. Quanto comodismo espiritual!
Pois bem, atos como esses tem um poder de procrastinar nossa evolução espiritual e nosso processo de reforma íntima e nos da aquela sensação que tudo continua do mesmo jeito.

É verdade, tudo continuará do mesmo jeito se você não se mover de sua zona de conforto.

Estar na Terra é um processo de somar conquistar e depurar aquilo de errado que realizamos em nossas vivências passadas, estamos aqui para melhoramos alguma coisa e em sua grande maioria não melhoremos e ainda aglomeramos mais compromissos para nossa evolução.

Um dos passos primordiais para nossa melhora íntima será a aceitação do nosso lado negro, façamos as pazes com ele e procuremos observar aquilo que mais nos incomoda e que me tira do eixo e admitirmos em que tal área emocional das nossas vidas necessitamos nos aperfeiçoarmos. Assumir o que possuímos é o primeiro passo.

Jesus, o Cristo por excelência ainda é o melhor terapeuta para alcançarmos nossa paz de espírito, devemos nos espelharmos em seus ensinamentos para que o equilíbrio permaneça em nossa vida, mas lembremo-nos que o fato de nos espelharmos em Jesus não quer dizer necessariamente que devo ser igual a ele, mas sim uma personalidade única na vida. 

Não adiante apenas lermos os livros espíritas e estudarmos o evangelho ou decoramos frases ou passagens, e preciso acima de tudo vivencia-los em cada amanhecer de nossa encarnação.
Mudar é Fácil? Não, não é, mas é necessário.