@espiritaon #divulgandoobem
Colunas

Arthur Azevedo

Teólogo/Historiador paraibano natural de Campina Grande, vem levando o Evangelho de amor para aqueles humildes e aflitos, mostrando que, "aonde há esperança, não há escuridão".

‹ VEJA TODOS OS POSTS
21/05/2016 às 07h50

UM CAMINHO A SEGUIR.

Facebook Compartilhar

UM CAMINHO A SEGUIR.


Não tem como compreender a complexidade humana sem compreender suas dimensões, sobretudo a sua transcendência. Na dimensão espiritual transcendente, o humano seria como diz Leonardo Boof, ele habita as estrelas. O ser humano é capaz de transcender, de superar a si mesmo, de quebrar interditos.
Nesta busca de compreender o ser humana, percebesse que ele não é só um ser tão somente biológico, “O ser humano não tem uma programação biológica fechada como a maioria dos animais, é antes um ser inadaptado e aberto ao mundo.”, ele é um ser sobretudo dimensional.
Desta maneira o ser humano é um todo, e transcendência é uma dessas dimensões que o compõem. Pode-se dizer até que essa dimensão de "Ser transcendente" é única do ser humano e que o caracteriza de forma tão diferente dos demais seres,
Leonardo Boff afirma que somos seres de protestos, ele quer dizer que somos seres que não aceitamos as realidades que nos são apresentadas, nós a questionamos e caso não gostamos dela, mudamos a forma como se apresenta. Ao falarmos de transcendência, estamos falando da metafísica do ser humano, Jesus já falava que, “Vós sois Deuses” essa máxima nos mostra que a transcendência humana é ilimitada, pois o ser humano não esta apenas no mundo, ele é um mundo.
Esse "plus" faz que o ser humano transcenda, quer dizer, que ele passe a barreira daquilo que está á sua frente.
Percebemos que no contexto atual há um esforço daqueles que detêm o poder, especialmente o politico e econômico, no caminho de querer padronizar as diferentes formas de vida dentro de um único padrão, único modelo o qual não é um resultado da interação entre as formas das múltiplas culturas, não vamos ter uma única religião na história da humanidade, única forma econômica, social e politica, cultural. Todavia precisamos trabalha com as semelhanças e diferenças a nível global e a religião oferece ao ser humano uma forma de convivência sadia, ética, bioética e um mundo de paz, a religião também oferece ao ser humano a possibilidade de desenvolver sua vocação transcendental que perpassa por uma dimensão espiritual para assim vivemos as diferentes formas culturais de forma harmoniosa e respeitosa.
Desta maneira o ser humano é um todo, e transcendência é uma dessas dimensões que o compõem. Pode-se dizer até que essa dimensão de "Ser transcendente" é única do ser humano e que o caracteriza de forma tão diferente dos demais seres,
Leonardo Boff afirma que somos seres de protestos, ele quer dizer que somos seres que não aceitamos as realidades que nos são apresentadas, nós a questionamos e caso não gostamos dela, mudamos a forma como se apresenta. Ao falarmos de transcendência, estamos falando da metafísica do ser humano, Jesus já falava que, “Vós sois Deuses” essa máxima nos mostra que a transcendência humana é ilimitada, pois o ser humano não esta apenas no mundo, ele é um mundo.
Esse "plus" faz que o ser humano transcenda, quer dizer, que ele passe a barreira daquilo que está á sua frente.
Percebemos que no contexto atual há um esforço daqueles que detêm o poder, especialmente o politico e econômico, no caminho de querer padronizar as diferentes formas de vida dentro de um único padrão, único modelo o qual não é um resultado da interação entre as formas das múltiplas culturas, não vamos ter uma única religião na história da humanidade, única forma econômica, social e politica, cultural. Todavia precisamos trabalha com as semelhanças e diferenças a nível global e a religião oferece ao ser humano uma forma de convivência sadia, ética, bioética e um mundo de paz, a religião também oferece ao ser humano a possibilidade de desenvolver sua vocação transcendental que perpassa por uma dimensão espiritual para assim vivemos as diferentes formas culturais de forma harmoniosa e respeitosa.
Paz e bem a todos!

Por :Arthur Azevedo