@espiritaon #divulgandoobem
Colunas

Arthur Azevedo

Teólogo/Historiador paraibano natural de Campina Grande, vem levando o Evangelho de amor para aqueles humildes e aflitos, mostrando que, "aonde há esperança, não há escuridão".

‹ VEJA TODOS OS POSTS
18/08/2016 às 13h55

Meu deserto tem flores!

Facebook Compartilhar

Meu filho parte para as estrelas, assim como dito em Eclesiastes 3, 20: “Tudo caminha para um mesmo lugar; tudo vem do pó e tudo volta ao pó.” Esse domingo ao chegar em casa, pois estava de plantão, notei que ele estava diferente, mais belo, olhar bonito, e comentei: “Como está bonito meu filho!” Logo mais ele pega na minha mão e fomos para cama, brincar de médico, ele com um estetoscópio de pronto na mão deita-se comigo, retiro parte do fardamento, ele escuta meu coração e diz que estava muito doente, que iria buscar um "remedinho" para eu ficar bom, traz um brinquedo e finge ser remédio, eu finjo tomar o medicamento, ele volta a escutar o meu coração e diz que irá ficar bom, “melhorou!”

Ali me despedi dele, porém temporariamente. Sinto-o dentro de mim, na minha mente, nas coisas que vejo. Sei que devemos ter calma nas provações da vida, e busco isso em Jesus.

Na semana anterior, tive um sonho que perdia meu querido Arthurzinho num parque de solo cinza e árvores dispersas. O sol já se fazia ir, procurei por grande extensão, não o achei, relutei por algum tempo na busca, mas não tive êxito. Acordo-me angustiado, com um vazio enorme dentro de mim, olho para caminha dele, e lá estava dormindo.

Minha esposa acorda, diz que tinha tido um sonho ruim, adiantei-me e conto que sonhei perdendo ele em um parque e que o procurava, mas não encontrava. Em seguida, ela diz com um olhar de angústia que tinha sonhado com ele acidentando-se num ônibus, que o mesmo caía da porta do transporte coletivo, e assim, a porta se fechava.

Sinto enormemente que Deus nos preparou para isso, e escrevo-vos com toda sinceridade que tenho, são as provações da vida que temos que passar. Costumo dizer que, quem não passou por isso, irá passar. A matéria é temporária, mas a luz no fim de tudo é um fato imutável, pelo menos assim nos conta Jesus. Pois como ensina-nos Jesus, Deus é bondoso e tudo tem um propósito. Hoje vago no meu deserto, mas espero encontrar flores no caminho para perfumarem meu coração. Jesus irá enxugar minhas lágrimas, meu filho irá cuidar do meu coração, Deus irá guiar minha alma, . E vejo no fim de tudo, meu filho lá me esperando de braços abertos.

Meu filho era diferente, não digo isso simplesmente por ser pai coruja, mas na minha intimidade sabia que era especial, via as coisas que ele fazia e dizia-me, sei que tinha uma missão a cumprir, e tenho certeza que era trazer-nos felicidade e mostrar-nos como as coisas devem ser.
 
Eu juntamente com sua mamãe, queríamos preparar ele para vida, levávamos ele para feira no período da noite, para distribuir sopas com usuários de crack, além disso também o levávamos a asilos, hospitais e a bairros carentes. Eu não tenho nem ideia de quantas vezes deixei-o com sua mamãe para participar de atividades que auxiliasse aqueles mais aflitos. Queríamos mostrar-lhe um caminho certo a seguir na vida, mas sei que foi o contrário, ele quem nos ensinou a seguir em frente e olhar para Deus com mais atenção. Ele é puro, não tinha o que ensinar-lhe nada em termo de bondade. A bondade era ele, e estava nele.

Há alguns anos, minha esposa adoeceu, e recitou para mim ao sair da UTI um versículo de Isaías 38:1-17, o qual tenho certeza que ela não sabia, mas mesmo assim ela recitava e assim dizia: "Naqueles dias Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; e veio a ele o profeta Isaías, filho de Amós, e lhe disse: Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás. Então virou Ezequias o seu rosto para a parede, e orou ao Senhor. E disse: Ah! Senhor, peço-te, lembra-te agora, de que andei diante de ti em verdade, e com coração perfeito, e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. Então veio a palavra do Senhor a Isaías, dizendo: Vai, e dize a Ezequias: Assim diz o Senhor, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos. E livrar-te-ei das mãos do rei da Assíria, a ti, e a esta cidade, e defenderei esta cidade. E isto te será da parte do Senhor como sinal de que o Senhor cumprirá esta palavra que falou. Eis que farei retroceder dez graus a sombra lançada pelo sol declinante no relógio de Acaz. Assim retrocedeu o sol os dez graus que já tinha declinado. O escrito de Ezequias, rei de Judá, de quando adoeceu e sarou de sua enfermidade: Eu disse: No cessar de meus dias ir-me-ei às portas da sepultura; já estou privado do restante de meus anos. Disse: Não verei ao Senhor, o Senhor na terra dos viventes; jamais verei o homem com os moradores do mundo. Já o tempo da minha vida se foi, e foi arrebatada de mim, como tenda de pastor; cortei a minha vida como tecelão; ele me cortará do tear; desde a manhã até à noite me acabarás. Esperei com paciência até à madrugada; como um leão quebrou todos os meus ossos; desde a manhã até à noite me acabarás. Como o grou, ou a andorinha, assim eu chilreava, e gemia como a pomba; alçava os meus olhos ao alto; ó Senhor, ando oprimido, fica por meu fiador. Que direi? Como me prometeu, assim o fez; assim passarei mansamente por todos os meus anos, por causa da amargura da minha alma. Senhor, por estas coisas se vive, e em todas elas está a vida do meu espírito, portanto cura-me e faze-me viver. Eis que foi para a minha paz que tive grande amargura, mas a ti agradou livrar a minha alma da cova da corrupção; porque lançaste para trás das tuas costas todos os meus pecados.”

Que possamos repensar nossas vidas sempre, tanto tempo que perdemos com intrigas na vida sem sentido, ficamos chateados e estressados com tão pouca coisa. Que sejamos crianças como nos ensina Jesus, pois o meu só queria ser feliz, e o era. Nada fazia se não fosse para isso. Quero agradecer o apoio de todos os amigos nesse momento, sinto suas preces, sinto conforto em Jesus e em Deus, agradeço a Deus por ter me emprestado meu Arthurzinho por esse tempo.

Papai te ama meu amor!