@espiritaon #divulgandoobem
Poemas & Poesias

Aderaldo Ferreira

Aderaldo Ferreira da Costa nasceu em Campina Grande / PB em 31-08-1958. A busca por respostas que os segmentos religiosos não conseguiam responder satisfatoriamente o levou ao espiritismo e ao estudo dessa doutrina consoladora. Hoje, depois de tantas respostas obtidas, reconhece não está preparado para todas elas. Ainda criança, uma pergunta dentre muitas, às vezes vinha à mente: “Se não fosse filho do meu pai e da minha mãe, tenho certeza que seria outra pessoa; mas quem eu seria? Temos um longo caminho a percorrer antes de muitas respostas, mas, certamente nesse caminho haveremos de exercitar as leis imutáveis de Deus a exemplo da lei do progresso, do trabalho, do amor.” Na atividade profissional é hoje economiário aposentado e arquiteto, considerando-se aprendiz das artes plásticas e da fotografia, aventurando-se ainda, expressar sentimentos que lhe dizem respeito ou não, através da poesia. “Agradeço dessa forma a oportunidade de expor aqui algumas delas.”

‹ VEJA TODOS OS POSTS
28/09/2017 às 22h50

Mediunidade

Facebook Compartilhar

Já percebo agora o que eu sinto

Já não vivo entregue a solidão

Já percebo as luzes do recinto

Nesse grupo percebo a multidão

 

Já não vivo perdido em minha fala

Já escrevo com as mãos do coração

Já percebo do mundo outra escala

Minha mão serve para outra mão

 

Percebendo, mais distante posso ir

Se entendo, peço e dou o meu perdão

Escrevendo, é porque posso ouvir

 

Essa voz que me fala da razão

E agora eu sinto que podes vir

Com o brilho dessa outra dimensão.